Pesquisa personalizada

sexta-feira, 13 de março de 2009

A internet faz 20 anos

Bom dia Não poderia deixar de fazer essa homenagem a internet, colocando um post aqui. Afinal, essa ferramenta nos ajuda aqui no blog a compartilhar lutas e conquistas, também conhecemos pessoas maravilhosas que nos ajuda a seguir em frente. Segue a matéria. Bjos.

A rede mundial de computadores (World Wide Web, WWW) completa 20 anos de existência nesta sexta-feira. A data marca o dia em que Tim Berners-Lee inventou a fórmula que transformou uma rede de trocas de informações militares na plataforma de comunicação que atinge, hoje, cerca de 25% da população mundial e 24,5 milhões de residências brasileiras, segundo dados do Ibope.

Lee inventou o WWW quando trabalhava como cientista no Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN). O pesquisador descobriu uma forma fácil e prática de físicos do instituto trocarem documentos eletrônicos. Até então, a comunicação por meio do que desde a década de 50 era chamado de internet, restringia-se à troca de textos dentro de grupos fechados, como organismos militares e intitiuições acadêmicas.

A descoberta de Lee abriu a rede. Criou a possibilidade de o sistema de informações ser usado por qualquer pessoa e deu as coordenadas para a criação do HTML (Hypertext Markup Language), código usado para transformar texto e imagens em um formato eletrônico.

O código, combinado com a URL (Uniform Resource Locator) e o HTTP (Hypertext Transfer Protocol, Protocolo que controla o envio de uma página em HTML de um servidor para um cliente), transformou-se no que conhecemos por internet hoje: uma rede de milhões de pessoas que se comunicam com outras pessoas por meio de computadores pessoais.

Em 1991, o sistema entrou em funcionamento para os pesquisadores do CERN. Dois anos depois, os endereços puderam ser registrados e o número de servidores aumentou vertiginosamente, passando de 250, em 1993, para 73 mil, em 1995. “A internet é uma obra inacabada. Seus arquitetos permitiram que ela fosse reconfigurada pela prática do uso, o que permite a criação de novos formatos e tecnologias. Isso é fantástico”, afirma Sergio Amadeu, sociólogo e professor da pós-graduação da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Para o sociólogo, a rede mundial promoveu uma “profunda alteração na comunicação das sociedades contemporâneas”.

Realidade virtual

Na avaliação de Amadeu, a internet é um processo de criação “ainda em curso”. “Ela tem protocolos que garantem a distribuição anônima de conteúdos e concentra a inteligência na última camada. A qualquer momento podemos inventar novos protocolos nesta forma de comunicação aberta e não proprietária”, avalia.

Silvio Mieli, especialista em análise de conteúdos áudios-visuais e professor da Faculdade de Comunicação da Pontifícia Universidade Católica (PUC), vê a internet como um “novo nível de realidade” e ressalta a importância da “interação” entre os meios real e virtual. “A internet criou uma nova cultura, que precisa ser analisada e refletida profundamente. A cultura molda o imaginário, por isso é importante ter as experiências do real e do virtual para estabelecer uma relação”, diz o professor da PUC.

Segundo Mieli, a internet deve ser discutida e ensinada desde cedo: “temos que começar a ensinar nas escolas a relação entre o homem e a máquina, entre o homem e a tecnologia. Desta forma, vamos construir redes mais interessantes e mais democráticas”.

Para o especialista, o fato de a rede mundial ter começado em um centro de pesquisa, para a troca de conhecimento, deu escopo para que ela crescesse. “As pessoas dão pouca atenção para isso, mas se a rede não tivesse ligada às universidades, ao conhecimento, provavelmente teria se esgotado como forma de troca de informações. O importante é que ela continue enriquecendo, não seja apenas vitrine de venda de produtos.”

Outro ponto destacado por Amadeu é a inversão do processo de comunicação. “A internet criou um problema para os intermediários do jornalismo e da indústria cultural ao garantir uma maior quantidade de falantes. Antes, a grande dificuldade era falar. Hoje é ser visto, ser ouvido, conseguir chamar a atenção”, diz.

Embora os conceitos de internet e a rede mundial de computadores se confundam, elas guardam uma diferença de origem. A internet existe desde os anos 50 em diversos formatos e trata-se de uma série de redes interligadas que permite a troca de dados por meio do protocolo de transmissão, conhecidos como TCP/IP. Já a rede mundial (WWW) é uma rede de servidores que permite a troca de informações hospedadas num sistema, acessado por meio da conexão pela internet.



1 comentários:

Pri disse...

Oi Helo,
comecei um blog sobre dieta faz pouquinho tempo, 2 semanas amanhã...

te indiquei para uma brincadeira que está passando por vários blogs, do selinho "Esse blog me inspira!".

Olha a brincadeira lá no meu blog -> http://biquinidelacinho.blogspot.com/

Coloquei seu blog nos preferidos (ainda vou fazer uma lista pra colocar os blogs que leio, no meu blog), e vou te acompanhar.

bjossss
Pri